Discos

 Discos Drive

discstypeO uso mais comum do Driver é no primeiro arremesso (no Tee) que é de 100+ metros (300+ pés) ou mais ou sair deem o estilo e a borda mais fino que os outros discos, para cortar o ar.
O driver é projetado para jogadores  intermediários e experientes, especialmente por sua velocidade e distancia, por
ém muito afetado pelo vento.

 

Discos Mid Rrange

A expessura do Mid Range está entre o Driver e Putter. Ele é usado para arremessos já no fairway. Ele também pode ser usado para arremessos com um maior controle, tanto no Tee quanto no Fairway.

 Discos Putter & Approach

O Putter é o menor (diâmetro) e o mais expesso. A sua forma é arredondada, a fim de abaixar a velocidade. Isso ajuda a evitar o excesso de forca ao arremessar na cesta. Um Putter é geralmente usado para arremessos de curto alcance (~10m). Arremessado do Tee, o Putter elimina qualquer possibilidade de quicar longe gracas a sua baixa velocidade e grande planagem.

Especificações dos Discos

Cada disco possui uma linha de vôo diferente. A Innova, líder no mercado de equipamentos de Disc Golf, introduziu o sistema numérico de leitura de vôo de um Disco. O números, da esquerda para a direita, representam:

– Speed (Velocidade): De 1 a 15: Determina a capacidade do disco para cortar o ar, dando velocidade e distância a um disco.

– Glide (Planagem): De 1 a 7: Descreve a capacidade do disco em manter a planagem durante o vôo. Iniciantes procurando mais distância devem escolher discos com mais Glide.

– Turn (Curva): De -5 a +5: A curva feita pelo disco no início de seu vôo. Discos “+” tem maior dificuldade de fazer a curva S, e discos “” fazem a curva S mais facil. Discos entre -2 e -5 são ótimos para Rollers.

– Fade (Caída): De 0 a 5: A tendência natural de um disco em cair a esquerda no final de seu vôo. Discos “0” vão fazer um pouso reto, discos “5” vão virar para a esquerda no final do vôo. Discos com maiores valores de Fade são mais previsíveis, mesmo com vento.


Estilos de Arremessos

Backhand – Similar ao movimento natural de lançamento de um Frisbee. Devido ao Snap possivel com esta técnica, pode-se esperar precisão e distância. É importante iniciar o impulso nos pés e tranferir para as pernas, quadris, ombros e pulso que transfere a energia para o disco.
Modo de Segurar: Polegar em cima do disco, 4 dedos pressionando a borda interna do disco.

Forehand – O forehand lance é realizada trazendo o disco de trás e, parcialmente, na parte da frente do corpo: semelhante ao movimento de uma raquetada no tenis ou uma tacada de baseball.
Modo de Segurar: Polegar em cima do disco, 2 dedos apoiando na borda interna e 2 dedos fechando no punho.

Tomahawk – Usa o estilo Forehand de segurar, mas realizada com um movimento de cima da cabeca, o disco viaja perpendicular ao solo durante a maior parte do vôo.

Thumber – Lançada como o Tomahawk mas com o polegar realizada na parte inferior do disco: é também o dedo de energia.

Roller – Quando arremessado em forte Anhyzer (11 horas) ele voa direto para o chão e comeca a rolar. Ele pode viajar muito longe em situações ideais atingindo mais distância que um forehand ou bachhand. Uma vez aperfeiçoado, o roller é uma ferramenta versátil no arsenal do golfista.

Turbo-Putt – Usado quando obstruido por mata até o ombro, o jogador segura o disco com as pontas dos dedos na borda externa e o polegar no centro, similar à um garcom segurando sua travessa. O jogador, em seguida, lança o disco na cesta e gira o pulso para dar o spin. O Turbo-Putt é um lance conhecido por sua precisão. No entanto, ele tem um alcance extremamente limitado.

Granada – Jogado como no Tomahawk, mas com o disco de cabeça para baixo. Usado principalmente em ladeiras para evitar a ação de planagem e ter um voo mais previsível, mas pode ser usado para ir por cima de grandes árvores. Também devido a curva rápida deste arremesso, as vezes é utilizado para sair do bosque.


Modos de Segurar o Disco (Grip)

Power Gripgrip1  GarfoGrip2  Forehandgrip3  Thumbergrip5 HéliceGrip4
dg-brasil-png-250